Você toma café da manhã ou faz quebra de jejum?

0 comentários

Quando se fala em café da manhã, qual a primeira coisa que vem à sua cabeça?

Um café tipo comercial de televisão, com chás, sucos, cafés, tortas, pães, frutas, bolos, temperos e tudo mais. Ou algo mais simples, do tipo fruta e água?

Infelizmente muitos tem o costume de pular essa refeição, comendo alguma coisa embalada rapidinho pela manhã e, no máximo tomando um cafézinho no trabalho, acabam iniciando suas rotinas agredindo seus organismos. 

O que muitos não sabem é que a primeira refeição é extremamente importante para o funcionamento do organismo ao longo do dia, pois faz a quebra do jejum e ativa nosso organismo em vários sentidos.

*curiosidade aleatória: A tradução de ‘’café da manhã’’ para o inglês fica ‘’breakfast’’

Break = Quebrar  Fast = Jejum, para o inglês, o que chamamos café da manhã, eles chamam Quebra-jejum.

Dica de campeão
Nutricionistas concordam que se as medidas da nossa alimentação fossem qualitativas, deveriam seguir a ordem de um pódio, e a sequência seria o óbvio, ouro, prata e bronze.

Falando de ouro
Em primeiro lugar, uma refeição rica em nutrientes e vitaminas (lembrando que nem sempre quem ganha é o mais forte, então não invente de comer um monte de coisa pesada só por achar que faz bem, a técnica de saber o que ingerir é essencial). Sendo assim, nesse primeiro momento do seu dia aquilo que seu corpo receber, vai ingerir e impulsionar seu organismo a movimentações específicas no processo de digestão.

De qual obstáculo fugir?
Antes de algumas dicas do que comer, é bom a gente saber os caminhos pelos quais não são muito legais de transitar, com certeza isso pode nos poupar de vários tropeços.

Embalados, enlatados e encaixotados: Não vai rolar, sério, talvez na hora pareça prático e bem dinâmico, mas os conservantes dos sucos, a farinha usada nas bolachas e os efeitos invisíveis do plástico e alumínio que armazenam os alimentos, podem fazer um mal danado para o seu organismo.

Açucarados coloridos: Sim, esses mesmos, a gente nem percebe, até porque parece saciar o que estamos procurando e ficamos acostumados com sucrilhos e bolachas sem ter ideia das consequências que podem estar entrando no nosso corpo. 
Papo bem sério, crianças têm sido levadas para consultórios para tratar de déficit de atenção e hiperatividade simplesmente por crescerem consumindo essas sorrateiras bombas de açúcar com cores vibrantes e chamativas, tendo que ser submetidas a tratamentos com medicamentos.

Fuja do mito: É muito falado que o café da manhã é a refeição mais importante do dia, isso é mito, na verdade, a refeição mais importante que temos é a primeira, a tal da ‘’quebra de jejum’’. O problema é quando aceitamos como verdade o mito que fala que temos que tomar ‘’café da manhã’’ e achamos que essa refeição é boa quando nos empanturramos de pão, manteiga, café e bolacha. Devemos mesmo quebrar o jejum com algo mais leve, porém consistente, consciente e natural.

Por onde ir?
O caminho que devemos seguir é o de se alimentar com consciência, e para isso - não se assuste nem feche a página - vou começar do final:
Antes de dormir é importante que você faça uma refeição mais leve, seu organismo está ativando o modo soninho e ele precisa ser bem aproveitado;
Seu almoço deve ser contido em um prato colorido com folhas, carboidratos saudáveis (grãos e oleaginosas) e proteínas; 
Sua primeira refeição pode ser conduzida com a ingestão de algo leve, proteico e saudável, exemplo disso seria uma fatia média de melancia, castanha e ovos mexidos (sem óleos excessivos).
Ah, e claro, a Dn1 é uma boa ajudante para quem não consegue preparar o alimento por conta da rotina agitada, uma suplementação natural e rica em nutrientes ;)

Certamente a indicação do que será ingerido deve ser indicada por um nutricionista e com o reconhecimento das limitações e receptividade do seu corpo com determinados alimentos.



Deixe um comentário

Todos os comentários do blog são verificados antes da publicação

Olá!

Gostamos de manter você bem informado, por isto cadastre aqui seu email para continuar a acessar nosso blog.


Ao assinar, você concorda com a nossa política de privacidade.

[time], [location].
Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência em nosso site. Ao clicar em aceitar, você concorda com a nossa Política de Privacidade
Inscrição realizada com sucesso!
Este e-mail já foi registrado.
Newsletter