O segredo do seu treino está no que acontece antes dele

0 comentários

Uma das primeiras coisas que se passa na cabeça de quem está saltando em um novo ritmo de atividade física são as alterações que devem ser feitas na alimentação, e, de todo modo, o que deve ser ingerido antes dos treinos para atingir os objetivos traçados.

É bem comum na entrada de uma academia perceber alguém com uma coqueteleira carregada de algum líquido de cor fluorescente ou mais neutra mesmo, por vezes comendo alguma coisa e logo entrando para iniciar os trabalhos. Na mente de um iniciante do mundo fitness, isso pode gerar uma pequena confusão  na mente do tipo: ‘’será que eu tô começando errado?’’ 

Honestamente, a conversa sobre pré-treino é muito importante e abre caminhos para um melhor aproveitamento dos treinos e do progresso na vida atlética.

Acontece que muitas vezes, sem referências nem pesquisas, comemos o que vemos pela frente antes de ir para a academia ou vamos em alguma loja de suplementos e compramos o que achamos que deve ser bom e sem saber muito bem, colocamos para dentro do nosso organismo sabe se lá o quê. 

Para isso, no blog de hoje vamos esclarecer de um jeito simples e direto algumas dúvidas sobre como adequar alimentos ou suplementos para dar aquele gás -efetivo- antes dos treinos.

De começo, o que deve estar bem claro em nossa mente é o tipo de atividade que iremos fazer, isso vai nortear os rumos do que devemos comer e as melhores quantidades para ingerir. Para quem vai fazer um treino funcional, por exemplo, não é tão bom comer tanto quanto quem vai fazer um exercício mais concentrado tipo uma musculação.

E ainda pensando sobre o que comer, ou se devemos comer, a ingestão de um pré-treino na maioria das vezes é composta por suplementos e um termogênico para iniciar, é bom estabelecer o que é  Termogênico e o que seria o Pré-treino.

Pré-treino
Como o nome sugere, é uma ingestão feita antes do treino, cada modalidade por sua vez possui uma prescrição própria e o acompanhamento de um profissional da nutrição é indispensável para uma identificação acurada do que deve ser consumido de acordo com o gasto energético de cada indivíduo em variadas modalidades. 

Fato é que cada alimento é um universo de nutrientes e benefícios específicos para a saúde e para um bom desempenho em funções pontuais para as mais variadas atividades do corpo, ocorre que muitas vezes as substâncias que precisamos estão espalhadas em diversos alimentos e para tê-las em casa, além de uma dispensa gigante, precisaríamos desembolsar muito dinheiro em comidas que iriam envelhecendo pois não daríamos conta de comer tudo.

Por isso geralmente indica-se que seja feita uma alimentação não tão condensada junto com o uso de um suplemento alimentar que prepare o corpo para o treino, muitas vezes dando mais resistência e intensidade no exercício, resultando em mais força e expansão da capacidade corporal aumentando a massa magra, dar força e reduzir o cansaço.

Geralmente os alimentos indicados para um pré-treino legal por conta de seus carboidratos bons que resultam em um boost energético na corrente sanguínea aumentando o desempenho muscular durante a atividade são:

Batata inglesa ou batata doce;
Fruta fresca (a frutose possui um potencial de fácil absorção);
Abacate;
Pão integral com creme de atum ou de amendoim;
Suco de Laranja.

Já na ala dos suplementos, a indicação é:

Cafeína: estimulando a queima de gordura, ajuda na força e potência do exercício porém precisa ser bem dosada, caso contrário pode atrapalhar o foco do treino;

Creatina: Ajudando na absorção de outros nutrientes ela colabora com o fortalecimento dos músculos bem como da fibra muscular enquanto aumenta a massa e atrasa a fadiga;

Isotônicos: Podem ser muito úteis na hidratação uma vez que ela é essencial para o desempenho e transporte dos nutrientes.

Termogênicos:
Termogênese é o nome dado para o processo de produção de calor que estimula a queima calórica dentro do nosso corpo. Antes de um treino de intensidade e com foco em gasto calórico com energia duradoura, é uma recomendação muito comum que seja feito o uso do mesmo, geralmente inclusa no pré-treino.

É bom frisar que o uso de termogênicos que não são naturais aceleram o metabolismo e o ritmo cardíaco, então se faz necessário a consulta em um clínico da área para compreender os possíveis efeitos do nutracêutico no corpo. 

Relaxa, nessa ala também tem a parte dos alimentos, os chamados termogênicos naturais tem uma ótima relação com a eliminação de líquidos e toxinas sendo muito colaborativas com o emagrecimento, e para essa lista entram:

Kiwi;
Couve;
Hibisco;
Brócolis;
Aspargo;
Guaraná;
Gengibre;
Chá verde; 
Pimenta vermelha.

A melhor parte é que são comidas fáceis de achar e práticas de ingerir, então se não houver a condição da aquisição direta de um suplemento, a busca natural não é tão escondida.

Comer e treinar é só começar...
Os suplementos pré-treino funcionam para atletas da grande maioria dos esportes, servem para quem trabalha unindo a mente e o físico, expandindo os horizontes.
Obviamente que diferentes suplementos pré-treino proporcionam diferentes resultados. As composições podem proporcionar diferentes respostas no físico, por isso no caso de muita dúvida sobre começar ou não a suplementar, não deixe de ir treinar, coma alguma coisinha da lista acima e vai que vai!

Deixe um comentário

Todos os comentários do blog são verificados antes da publicação

Olá!

Gostamos de manter você bem informado, por isto cadastre aqui seu email para continuar a acessar nosso blog.


Ao assinar, você concorda com a nossa política de privacidade.

Inscrição realizada com sucesso!
Este e-mail já foi registrado.
Newsletter