Dicas para gerenciar a sua ansiedade

0 comentários

Dicas para gerenciar a ansiedade

1. Pratique atividades físicas

A prática de atividades físicas estimula a produção de serotonina, neurotransmissor que atua no cérebro regulando o humor, sono, apetite, ritmo cardíaco, temperatura corporal, sensibilidade a dor, movimentos e as funções intelectuais.

Assim, ela é a substância do prazer e do bem-estar. Se você ainda não é adepto de nenhum esporte ou atividade física, permita-se descobrir algo novo.

Ou seja, caminhada, corrida, natação, uma aula de dança, tênis, ou ainda esportes coletivos como o basquete ou futebol, podem ser alternativas para fugir do sedentarismo e reduzir os níveis de ansiedade. Caminhar em locais abertos, mantendo o contato com a natureza, por exemplo, pode ser uma bela oportunidade de relaxar a mente.

2. Invista em alimentos com triptofano

Os alimentos ricos em triptofano são ótimos para melhorar o humor e proporcionar sensação de bem-estar porque ajudam na formação de serotonina. Ela é uma substância presente no cérebro que facilita a comunicação entre os neurônios, regulando o humor, a sensação de fome e o sono, por exemplo.

Assim, os principais alimentos ricos em triptofano são os alimentos ricos em proteína como carne, peixe, ovo ou leite e derivados. Da mesma forma, queijo, amendoim, castanha de caju, frango, ovo, ervilha, peixes, amêndoas, abacate, batata e banana são alimentos que podem ajudar a dar um Up no nível de triptofano e no astral.

3. Alivie o estresse diário

Contudo, tente evitar ao máximo situações e momentos de estresse. Algumas terapias alternativas podem ajudar no alívio do estresse. Acupuntura, por exemplo, é uma terapia oriental chinesa que consiste no estímulo de pontos espalhados pelo corpo.  

Semelhantemente, ela ajuda a combater enxaqueca, cólica, fibromialgia, estresse, e auxilia, até mesmo no emagrecimento. Aromoterapia, Musicoterapia, Yoga, Watsu, Geoterapia, Quiropraxia, Shiatsu e o Reiki também são alternativas que podem trazer alívio do estresse, bem-estar e melhorar sentimentos como medo, ansiedade e tristeza.

4. Controle a respiração

Respirar da forma correta pode ajudar muito no controle do corpo e da mente. Procure reservar momentos do dia para respirar lentamente apenas pelo nariz.

Ou seja, exercícios de três a sete minutos são já são suficientes para proporcionar maior equilíbrio e acalmar. Respire lenta e profundamente, observando o movimento do diafragma. Outra dica é deitar na cama, com as luzes apagadas, e colocar as mãos sobre o abdômen.  

Assim, é preciso contar enquanto se respira, para criar um ritmo. Pode-se inspirar contando mentalmente até quatro e expirar no mesmo tempo, sempre pelas narinas.

5. Evite pensamentos negativos

Tente mudar seu discurso interno, aprendendo a prestar atenção aos seus pensamentos, não alimentando pensamentos fantasiosos e incoerentes pelo futuro. Continue atento às frases que começam com E se… , e se… e corte na raiz os pensamentos negativos. Sempre que um pensamento negativo se aproximar, tente evitá-lo, pensando em situações agradáveis e coisas que te trazem prazer.

6. Tome um chá

É sabido desde os tempos antigos que algumas plantas possuem efeitos medicinais. O hábito de tomar um chá pode proporcionar efeitos benéficos para sua saúde emocional. Listamos alguns especialmente indicados para ansiedade: camomila, lúpulo, valeriana, erva-cidreira, maracujá, lavanda, alecrim e melissa.

7. Seja mais organizado

Desorganização atrapalha o funcionamento do cérebro e provoca estresse. Ser organizado facilita o trabalho do cérebro, pois permite que ele tenha previsibilidade para executar tarefas.

Semelhantemente, a energia adicional consumida em razão da desorganização no seu armário ou no escritório, por exemplo, acumula desgaste cerebral maior, cansa, tende comprometer o bom funcionamento mental e pode provocar outros males. Comece organizando as gavetas, depois os livros, e assim vai organizando também os pensamentos.

Algumas pessoas costumam brincar que, quando querem organizar a vida, começam organizando o guarda-roupas. Pode fazer sentido. Assim, separe peças que não queira mais, leve para doação e experimente a sensação de deixar tudo mais organizado ao seu redor!

8. Passe bons momentos com quem você ama

Tenha momentos de qualidade com amigos, familiares e pessoas que você realmente ama. Deixe o celular e as redes sociais de lado e curta cada momento com suas pessoas queridas. Namorar, por exemplo, é um ato que gera prazer e é mediado por vários hormônios. Os principais são serotonina e ocitocina que causam bem-estar na pessoa e, de certa maneira, melhoram a autoestima. Pessoas apaixonadas também se cuidam mais e se preocupam mais com a saúde.

9. Sorria

Sorrir alivia o estresse. Em casos de estresse e ansiedade até o sorriso mais forçado pode diminuir drasticamente o nível de stress e deixá-lo mais feliz. O riso relaxa o corpo e a mente, fortalece as defesas orgânicas, melhora a circulação e a pressão arterial e libera endorfinas, que promovem uma sensação de bem-estar geral.

10. Seja adepto do Mindfulness

Mindfulness é uma técnica meditativa que tem sido cada vez mais estudada e difundida como tratamento coadjuvante no tratamento de diversos transtornos mentais. Ao sentir raiva, tristeza, medo, angústia, ansiedade, podemos tentar tomar consciência das sensações físicas que se apresentam ao invés de alimentar pensamentos. Quando acalmamos (relaxamos) nosso corpo, consequentemente acalmamos nossos sentimentos.

11. Descubra atividades prazerosas

Hobbies proporcionam prazer e nos desviam das tensões. São estratégias para driblar o estresse. Ter um hobby deveria ser tão importante quanto dormir e se alimentar. Se você ainda não tem nenhum hobby, permita-se descobrir novas atividades que tragam prazer. Dançar, cantar, tocar um instrumento musical, costurar, fazer palavras cruzadas e ler podem ser boas alternativas. Aprender uma atividade manual como pintura, marcenaria, artes plásticas, jardinagem ou mesmo aprender a cozinhar podem despertar novas sensações e elevar o humor e autoestima.

12. Fortaleça o autoconhecimento

O autoconhecimento é um grande aliado no combate à ansiedade. Em momentos de crise, a atitude mais sensata é abandonar o que se sabe para mergulhar na fase do “não sei”. Assim, é possível quebrar padrões mentais que nos limitam para resolver problemas de alta complexidade e, descobrir soluções inovadoras quando estamos vivendo sob intensa pressão. Nesse sentido, a psicoterapia é um dos recursos mais poderosos para se autoconhecer. Se você ainda não experimentou esse processo, encontre um psicólogo com o qual você se sinta confortável e mergulhe de cabeça!

 

Fonte: vittude.

Deixe um comentário

Todos os comentários do blog são verificados antes da publicação
[time], [location].
As configurações de cookies neste site são definidas para 'permitir todos os cookies' para fornecer a você a melhor experiência. Clique em Aceitar Cookies para continuar a usar o site.
Inscrição realizada com sucesso!
Este e-mail já foi registrado.
Newsletter
ico-collapse
0
Compre Agora
ic-cross-line-top
Top
ic-expand
ic-cross-line-top