Alimentos ricos em magnésio são ótimos para o cérebro

0 comentários

Recente pesquisa mostrou que o aumento da presença de magnésio no cérebro melhora a aprendizagem e a memória em ratos jovens e velhos. O estudo, publicado no final de janeiro na Revista Neuron, sugere que o aumento da ingestão de magnésio pode ser uma estratégia válida para melhorar capacidades cognitivas e apóia a especulação de que níveis inadequados de magnésio prejudicam a função cognitiva, levando à rápida deterioração da memória em seres humanos envelhecimento.

O estudo foi conduzido pelo professor Guosong Liu, diretor do Centro de Aprendizagem e Memória da Universidade de Tsinghua, em Pequim, China. "O magnésio é essencial para o bom funcionamento de muitos tecidos do corpo, incluindo o cérebro e, em um estudo anterior, demonstramos que o magnésio promove plasticidade sináptica em células do cérebro de cultura", explica o Dr. Liu. Segundo ele, foi "tentador levar nossos estudos um passo além e investigar se um aumento nos níveis de magnésio reforçaria a função cognitiva do cérebro em animais."

Considerando a dificuldade de aumentar os níveis de magnésio no cérebro com suplementos orais tradicionais, Dr. Liu e colegas desenvolveram um novo composto de magnésio, magnésio-L-threonate (MGT), através de suplementação alimentar. Dr. Liu ressalta ainda que metade da população dos países industrializados tem um déficit de magnésio, o que aumenta com o envelhecimento. Esta carência pode muito bem contribuir para o declínio da memória dependente.

Magnésio na sua dieta pode acarretar ossos mais fortes

É bom lembrar que estudo publicado há 4 ano sno Journal of the American Geriatrics Society já demonstrou que a ingestão de magnésio através de dieta e de suplementos está positivamente associada com a densidade óssea em todo o corpo, especialmente em pessoas idosas brancas. Os investigadores dizem que os efeitos são semelhantes ao do cálcio.

Mais de 2.000 homens negros e brancos e mulheres com idades entre 70-79 anos de idade foram convidados a preencher um questionário para determinar o magnésio consumido a partir de alimentos e suplementos diferentes. Além disso, os pesquisadores realizaram testes de densidade mineral óssea sobre os participantes.

O estudo revelou que aqueles que ingeriram mais magnésio tinham a densidade óssea significativamente maior do que aqueles que ingeriram menor quantidade de magnésio. Para cada 100 miligramas por dia aumento na ingestão de magnésio, os dados mostraram um aumento de 1% na densidade óssea.

O magnésio mantém ossos e dentes fortes e controla a transmissão dos impulsos nervosos e as contrações musculares. Ele ainda ativa reações químicas que produzem energia na célula.

Alimentos ricos em magnésio

Entre os alimentos que possuem o magnésio estão as frutas como uva, banana e abacate; grãos e derivados como a granola, gérmen de trigo e aveia; sementes e nozes como gergelim, amendoim, girassol castanha e amendoim, além de leite, soja, grão de bico, pão, peixes, batata, beterraba, couve e espinafre.

Para suprir as necessidades do organismo, os médicos indicam consumir cerca de 400mg de magnésio por dia. A cada 100g dos alimentos citados acima você terá aproximadamente 30g do mineral.

Fontes: exame e tuasaude

Deixe um comentário

Todos os comentários do blog são verificados antes da publicação
[time], [location].
As configurações de cookies neste site são definidas para 'permitir todos os cookies' para fornecer a você a melhor experiência. Clique em Aceitar Cookies para continuar a usar o site.
Inscrição realizada com sucesso!
Este e-mail já foi registrado.
Newsletter
ico-collapse
0
Compre Agora
ic-cross-line-top
Top
ic-expand
ic-cross-line-top